O Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) é um novo conjunto de regularmentos que está entrando em vigor na Europa à partir do dia 25 de maio. Ele tem como objetivo harmonizar e fortalecer a proteção de dados para usuários em toda a Europa. Se você veicula anúncios, rastreia usuários ou personaliza o conteúdo de alguma forma, o GDPR afetará você. O GDPR se aplica a todos os publishers que atendem usuários europeus, não apenas aos publishers com sede na Europa.
Tanto os publishers quanto os fornecedores de anúncios são responsáveis pela conformidade com o GDPR. Você pode ser multado em até 20 milhões de euros ou 4% da receita global por não conformidade.

A Clickio está disposta a cumprir integralmente com o GDPR. Saiba mais sobre a nossa abordagem.
Como o GDPR se diferencia das leis européias anteriores de proteção de dados?
O GDPR expande a definição de dados pessoais, que agora inclui endereços IP, cookies, IDs de anúncios para dispositivos móveis e muito mais.
O GDPR é extraterritorial. Aplica-se a todas as empresas que processam os dados pessoais dos utilizadores do Espaço Econômico Europeu, independentemente da localização da empresa. Por exemplo, um site com base no Brasil que exibe anúncios personalizados ou conteúdo para usuários de Portugal deve obedecer ao GDPR.
O GDPR define um padrão mais alto para o consentimento do usuário. Requer o consentimento para ser "específico, informado, inequívoco, ativo e dado livremente". O consentimento deve poder ser retirado facilmente a qualquer momento.
O GDPR introduz multas rígidas por não conformidade, até 20 milhões de euros ou 4% da receita global. Todos na cadeia de suprimentos, de publishers a AdExchanges a DSPs, podem ser responsabilizados. Isso significa que as AdExchanges monitorariam de perto o modo se os publishers cumprem o regulamento e os requisitos de consentimento.
O que o GDPR significa para os publishers?
Provavelmente, a maior mudança é a obrigação de os publishers obterem o consentimento dos usuários do Espaço Econômico Europeu antes de processar seus dados pessoais e exibir anúncios personalizados.

A maioria das principais AdExchanges exigirá que os publishers o façam depois de 25 de maio. Por exemplo, o Google apresentou uma política de consentimento atualizada para os usuários da união européia que estabelece as seguintes obrigações.

Você deve obter o consentimento legalmente válido dos usuários finais para:
  • o uso de cookies ou outro armazenamento local quando legalmente exigido, e
  • a coleta, compartilhamento e uso de dados pessoais para personalização de anúncios ou outros serviços.

Ao buscar consentimento você deve:
  • reter registros de consentimento fornecidos pelos usuários finais, e
  • fornecer aos usuários finais instruções claras para a revogação do consentimento.

Você deve identificar claramente cada parte que pode coletar, receber ou usar os dados pessoais dos usuários finais como consequência do uso de um produto do Google. Você também deve fornecer aos usuários finais informações proeminentes e de fácil acesso sobre o uso que os usuários fazem dos dados pessoais dos usuários finais.
Como os publishers devem obter o consentimento? Como deve ser a interface do usuário?
Cookiechoices.org, site by Google. "Here's a message that might be appropriate for your website, if you use products like Google AdSense or similar products from other organisations. Just remember, you'll need to adjust this to suit your own choice of vendors, uses of cookies and other information."
ativoAtualmente, não está claro qual será o padrão da interface do usuário para o consentimento. No entanto, o Google compartilhou suas orientações através do site Cookiechoices.org.

O primeiro pop-up desse design de referência fornece uma divulgação geral e solicita o consentimento dos usuários. O usuário pode clicar no link e obter mais detalhes, incluindo a lista completa de todos os parceiros que podem ter acesso aos dados.

Se o usuário concordar, os anúncios personalizados poderão ser exibidos.

Se o usuário recusar, a segunda janela será exibida, informando que os anúncios ainda estarão no site, mas não serão personalizados. Essa linguagem de aviso também afirma que os cookies ainda serão usados no site. Isso é semelhante ao antigo banner de "notificação de cookie", que não exige consentimento opcional.

A Clickio desenvolveu uma simples Ferramenta de Consentimento GDPR para publishers com base nesse design de referência. Está ativa e disponível gratuitamente para todos os nossos publishers.
Como as tags de anúncio da Clickio lidam com o consentimento? Como passar adiante o status de consentimento?
Para ajudar os publishers a cumprir o GDPR, as tags da Clickio não veiculariam anúncios personalizados para os usuários da união européia, a menos que houvesse uma confirmação de consentimento.

Se você estiver usando a ferramenta de consentimento da Clickio, não precisa se preocupar em passar o consentimento para os códigos da Clickio, pois isso será feito automaticamente. Os anúncios personalizados serão exibidos automaticamente para os usuários que concordarem com a coleta de dados.

Se você estiver usando outra ferramenta de consentimento, precisará enviar um sinal de consentimento para as tags da Clickio. Por favor, verifique nosso Guia de Implementação para mais detalhes. Nossos especialistas estão felizes em ajudá-lo com a integração.

Se você usar uma ferramenta IAB CMP para obter o consentimento, escreva para gdpr@clickio.com ou entre em contato com o gerente da sua conta para receber instruções de integração.
Disclaimer: The information provided on this page is not intended to be legal advise or a comprehensive description of GDPR.